Do livro Moinho

Do livro Moinho

Autor



EVALDO BALBINO (1976) é poeta e escritor.
Nasceu em Resende Costa, Minas Gerais, e vive desde 1995 em Belo Horizonte. É licenciado em Letras, mestre em Literatura Brasileira e doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde é professor de Português, pesquisador de literatura e professor permanente do Mestrado Profissional em Letras da Faculdade de Letras.
Estudioso de Adélia Prado, é também pesquisador das obras de Clarice Lispector e Santa Teresa d´Ávila. Defendeu em 2001 a dissertação de mestrado “Entre a santidade e a loucura: o desdobramento da mulher na bagagem poética de Adélia Prado” e, em 2005, a tese “Saudade de D(eu)s: escrita, mística e desejo em Adélia Prado e Santa Teresa de Jesus”.
O autor tem crônicas, poemas, contos, artigos e ensaios de crítica literária publicados em antologias, suplementos literários, jornais e revistas acadêmicas.
Assina, desde 2009, a coluna de crônicas “Retalhos Literários” do Jornal das Lajes (https://www.jornaldaslajes.com.br/colunas/retalhos-literarios).
Já recebeu 20 distinções literárias, destacando-se:
1. Prêmio Edital Estímulo às Artes do Suplemento Literário de Minas Gerais em parceria com a Fundação Clóvis Salgado em 2005.
2. Menção Honrosa no Prêmios Literários Cidade do Recife em 2000.
3. Prêmio Braskem da Academia de Letras da Bahia em 2012.
4. Troféu MG Cultura em 2013.
5. Prêmio Humberto de Campos do Concurso Internacional de Literatura da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro em 2014.
6. 3º lugar no Prêmio Saraiva de Literatura e Música em 2014 – Categoria Romance Adulto.
Publicou as seguintes obras:
      1. Moinho. Belo Horizonte: Scriptum, 2006 (poesia – 3º lugar no Prêmio Edital Estímulo às Artes do Suplemento Literário de Minas Gerais em parceria com a Fundação Clóvis Salgado em 2005).
2. Móbiles de areia. Resende Costa – MG: Amirco, 2012 (crônicas).
3. Filhos da pedra. São Paulo: Nelpa, 2012 (poesia – Menção Honrosa no Prêmios Literários Cidade do Recife em 2000).
4. Amores oblíquos. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2013 (contos – Prêmio Braskem da Academia de Letras da Bahia em 2012, Troféu MG Cultura em 2013, Prêmio Humberto de Campos do Concurso Internacional de Literatura da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro em 2014).
5. Os fios de Ícaro. São Paulo: Saraiva, 2015 (romance – 3º lugar no Prêmio Saraiva de Literatura e Música em 2014 – Categoria Romance Adulto).
6. Apesar das coisas ásperas. Rio de Janeiro: 7Letras, 2016 (crônicas).
7. Fantasma de Joana d'Arc. Rio de Janeiro: 7Letras, 2017 (poesia).

Nenhum comentário:

Postar um comentário